Um holograma 3D sem óculos em nossos smartphones em breve

Um holograma 3D sem óculos em nossos smartphones em breve

resumo

Hologramas n√£o s√£o novidade. O princ√≠pio da holografia foi inventado em 1948 e depois aperfei√ßoado em 1964 com a chegada do laser. Desde ent√£o, os hologramas se democratizaram com o uso de espelhos e um ou mais projetores, como, por exemplo, o duplo encontro em forma de holograma de Jean Luc M√©lenchon, uma das salas em forma de holograma e a outra em carne e osso ou mesmo aquelas feitas com os √≥culos de realidade aumentada Hololens da Microsoft. No entanto, essas duas t√©cnicas requerem equipamentos espec√≠ficos e caros, mas tamb√©m apresentam restri√ß√Ķes problem√°ticas, como por exemplo o fato de ter que usar √≥culos espec√≠ficos ou exigir uma instala√ß√£o complexa. A descoberta feita na Universidade de Melbourne pode mudar para sempre a maneira como usamos os hologramas e democratiz√°-los muito mais cedo do que se imaginava.



Um holograma 3D sem óculos em nossos smartphones em breve

O holograma 3D mais fino do mundo desenvolvido

Hologramas 3D e interativos t√™m sido fic√ß√£o cient√≠fica at√© agora. No entanto, uma equipe de pesquisadores australianos e chineses desenvolveu, nos laborat√≥rios do Royal Institute of Technology de Melbourne (RMIT University), o holograma mais fino do mundo. Este nano-holograma de 25 nan√īmetros √© 1.000 vezes mais fino do que um cabelo humano e pode ser visualizado em 3D sem o uso de √≥culos espec√≠ficos.. Mas esta descoberta n√£o para por a√≠ porque tem outras caracter√≠sticas que a tornam extremamente interessante.

Em primeiro lugar, este holograma √© deum tamanho que facilita a integra√ß√£o em nossos dispositivos eletr√īnicos atuais, como uma TV, um computador, um tablet ou at√© mesmo um smartphone. O professor Min Gu, que liderou a equipe de pesquisa da Australian University que desenvolveu a tecnologia para este holograma, explica: "".



Um holograma que oferece perspectivas sensacionais

A equipe de pesquisadores do RMIT desenvolveu primeiro, com o Instituto de Tecnologia de Pequim, na China, um material isolante topol√≥gico. Este novo material qu√Ęntico, que possui baixo √≠ndice de refra√ß√£o na camada superficial, mas ultra-alto √≠ndice de refra√ß√£o na massa, atua como uma c√Ęmara de resson√Ęncia √≥ptica intr√≠nseca.. Os pesquisadores ent√£o usaram um sistema de grava√ß√£o a laser direto simples e r√°pido que pode ser facilmente implementado em nossos dispositivos eletr√īnicos di√°rios em grande escala e para produ√ß√£o em massa. No entanto, os pesquisadores ainda precisam desenvolver um filme fino e r√≠gido que caia em uma tela LCD para permitir a exibi√ß√£o do holograma em 3D antes de considerar a produ√ß√£o em massa de dispositivos com tais hologramas.



Um holograma 3D sem óculos em nossos smartphones em breve

Portanto, precisamos apenas de uma √ļltima etapa para que os hologramas 3D aterrem em nossos smartphones, tablets, computadores, televis√Ķes e provavelmente at√© mesmo em nossos rel√≥gios conectados e as perspectivas de uso s√£o bastante incr√≠veis.. O professor Gu explica assim que ‚Äú‚ÄĚ.



Adicione um comentário do Um holograma 3D sem óculos em nossos smartphones em breve
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load